Uma palavra: Você.

dream

Nota: Autor desconhecido – Fonte: We heart it

   

Acordei, e lá estava você ao meu lado, com aquele rosto angelical ainda dormindo em um sono profundo. Mal sabia eu, que ao me levantar veria a casa repleta de enfeites com meu nome estampado em rosa, em guardanapos, toalhinhas, pratos, etc. Haviam pétalas de rosas por todo o chão, um café da manha delicioso, com pães, ovo mexido, suco de laranja e mais um batalhão de coisas!

  Impressionada com tanta surpresa que você havia feito para mim, no meio da noite, não percebi quando você veio por trás e me segurou em teus braços aconchegados e fortes. E aí me deu aquele beijo suave e doce que não dá para esquecer, então você sussurra em meus ouvidos “Feliz aniversario minha princesa!”.

 Passávamos um dia maravilhoso, cinema, almoço a beira da lagoa, troca de olhares e carinhos, já estava entupida de tantos presentes estupendos! Mas pensando que o dia acabava, você me pois no carro e vendou meus olhos. Quase chegando ouvi um barulho forte, foi quando tudo acabou. Minha mãe estava me acordando para ir a escola.

Me toquei que VOCÊ não existia e que tudo só passava de um esplendoroso sonho.

PS: Para VOCÊ que ainda não existe:

EU TE AMO!

Uma Palavra: Interpretação!

  Indignada! Antes que me venham perguntar, não, não é por causa do jogo do Brasil contra a Alemanha! Minha indignação é com as pessoas, até pode se perguntar com o que, e eu lhe digo.
Estou cansada de pessoas ignorantes, de pessoas que só pensam em viver a custas de outros, de pessoas imaturas que tratam conteúdos importantes e pessoais dispensáveis e trocam o A pelo Z que mesmo tendo a mesma função, dão as palavras significados totalmente diferentes… 
Esses dias estava conversando com uma amiga, que tinha o mesmo problema que eu. Saindo ela para conversar com seu irmão, ela o pediu para que algumas brincadeiras que ocorriam em reuniões de família parassem, pois o limite já havia cedido, até um momento ela entrava na brincadeira, mas começou a ficar complicado quando a situação foi saindo da convivência familiar e indo pra bocas alheias, dando entendimentos diferentes para cada pessoa.
Na conversa minha amiga afirmou que seu irmão havia compreendido e pedido desculpas à ela, então pediu que ficasse somente entre eles, mas uma semana depois percebeu que sua cunhada estava tratando ela e seu esposo de forma diferente, e que qualquer coisa que conversavam seu irmão e sua cunhada os tratavam de forma diferente.
Como uma conversa entre 2 adultos pode ser interpretada totalmente diferente, um trata como uma séria conversa outro com imaturidade e mudando o A para Z.
Talvez ninguém entenderá minha indignação  hoje, mas Deus sabe o que está em meu coração, e sabe que precisava desabafar…